Provisa comemora crescimento em 2.012 e anuncia melhoria no atendimento social

Centenas de pessoas aguardam exames de vista
Duzentos e quatorze mil, cento e quarenta e seis pessoas de mais de duzentas comunidades no município de São Paulo e região metropolitana foram atendidos individualmente pelos voluntários da PROVISA de fevereiro de 2.011 a dezembro de 2.012.

Esses atendimentos foram realizados nos mutirões de saúde e cidadania. Esses atendimentos foram realizados em instituições de ensino, CIC’s, Igrejas, creches, centros comunitários, Casas de Cultura e subprefeituras da Capital Paulista.

Oftalmologia

Tendo como foco principal a oftalmologia, a ONG levou também outros benefícios para as comunidades carentes. Aferição de pressão arterial, palestras preventivas, avaliação odontológica, estética facial, orientação jurídica e emissão de documentos, em parceria com os CIC’s.
Dr Carlos Alarcon, responsável Técnico da Provisa

Exames de vista

Os médicos oftalmologistas e os optometristas atenderam 48.081 consultas. As pessoas que necessitavam apenas de óculos tiveram seus acessórios adquiridos através da ótica social da própria ONG Provisa por valores de custo, o que gerou uma economia de 50% para as pessoas. As patologias foram encaminhadas para as UBS’s e para a Clínica do oftalmologista Carlos Alarcón para exames mais profundos. Os casos de catarata foram analisados por cirurgiões do Hospital das Clínicas e dezenas de cirurgias serão realizadas dentro de 20 dias.

Aferição de pressão arterial

Foram realizadas 49.823 aferições de pressão arterial. Mais de 20% das pessoas que aferiram estavam com hipertensão. Foram vários os casos de pessoas idosas estarem com pressão em 22 X 10 e nem sabiam. Esses casos foram encaminhados imediatamente para as unidades de saúde que davam atendimento rápido e passaram a fazer o controle.

Glicemia
Enfermeiros fazem teste da Glicemia

Também nos 17.965 testes de glicemia realizados, foram diversos os casos de diabetes acima do normal.  Esses pacientes foram orientados pelos enfermeiros atendentes para tratamento adequado. Para as aferições de pressão e glicemia, a Provisa contou com apoio de professores e estagiários de universidades parceiras como a UNIBAN/Anhanguera, Unasp e Colégio 24 de Março e Cruz Vermelha Brasileira.

Avaliações odontológicas

As 39.478 avaliações odontológicas foram realizadas por odontólogos da Sorriden’s Clínicas Odontológicas que participaram dos mutirões com seus médicos e nos eventos de maior porte, com o gabinete móvel.

Atendimento jurídico

A Provisa contou com apoio de vários advogados voluntários que participaram das caravanas de saúde e cidadania nestes dois anos de atividades da ONG. Os três advogados que atenderam a maior parte das 6.472 pessoas foram o Dr. Carlos Figueiredo, Jefferson e Janaína Lima.  As pessoas recebiam orientações e em alguns casos, o acompanhamento dos processos.

Emprego

Foram 13.528 pessoas cadastradas no Banco Nacional de Emprego. Todas entraram no cadastro nacional e dezenas estão hoje trabalhando em empresas até multinacionais.

Estética facial

A Novety Cosméticos, grande empresa do ramo, foi uma das parceiras importantes para a Provisa. Sempre presente em todas as ações de cidadania, os  consultores da Novety, além de orientar as pessoas quanto à estética facial, realizaram procedimentos em 34.982 pessoas, na maioria mulheres.

Mais outras 3.816 pessoas tiveram outros tipos de atendimento nas caravanas de saúde e cidadania.

Mas, os atendimentos superaram estes números. Computando todas as pessoas que estiveram presentes nos eventos participando de palestras educativas e preventivas, torneios esportivos e brincadeiras, excederam a casa de 850 mil. Este número representa uma média de quatro mil pessoas por cada evento realizado.

Mutirão da Catarata

Além do sucesso nos atendimentos das caravanas de saúde e cidadania, um mutirão oftalmológico foi realizado em parceria com a Cruz Vermelha, para detectar pacientes com catarata.  Mais de 300 pessoas, na maioria idosa, passaram pela avaliação médica. As patologias foram encaminhadas para uma equipe de oftalmos que analisou cada caso. Os que tiveram seus exames pré-operatórios aprovados vão ter as cirurgias realizadas nos próximos 20 dias no HC.

Presidente da PROVISA com o Certificado de
reconhecimento da Cruz Vermelha Brasileira
A Presidente da PROVISA - Projeto de Responsabilidade Social, Visão em Saúde - Maria de Lourdes de Oliveira, disse que a realização das cirurgias nas pessoas com catarata vai coroar o trabalho realizado durante todo o ano. “Depois de realizarmos centenas de exames oftalmológicos e sentir de perto o drama das pessoas que não podem enxergar, é gratificante conseguir que essas pessoas, na maioria idosa, possam enxergar novamente”, concluiu. O Distrito 4610, do Rotary Clube International, através do Governador Reinaldo Franco, colaborou para a realização das cirurgias.

Consultório oftalmológico

Ao comemorar com a diretoria, parceiros e amigos, a Presidente da Provisa mostrou o relatório das atividades desenvolvidas durante os dois últimos anos pela ONG e agradeceu o apoio e empenho de todos para o sucesso desse trabalho social do qual tanto a comunidade necessita.

A Presidente anunciou que, a partir de fevereiro próximo, a Provisa passará a oferecer um novo atendimento que vai ajudar as pessoas com problemas visuais. Além da continuidade das Caravanas de Saúde e Cidadania nos diversos pontos da Região Metropolitana de São Paulo, Um consultório oftalmológico será montado na sede da ONG onde um profissional voluntário vai atender as consultas agendadas e com hora marcada, totalmente gratuitas.

Segundo a Presidente Maria de Lourdes, “este consultório vai resolver o problema de quem precisa da consulta e não pode ir até  local onde se realizam os mutirões”.  As consultas poderão ser marcadas a partir de primeiro de fevereiro pelo telefone (11) 3867-6710, de segunda a sexta-feira, de 09 às 17 horas. A sede da Provisa está situada na Rua Félix Fagundes, 538, rua paralela a Estrada de Itapecerica, em frente o terminal (de ônibus) Capelinha e a 500 metros do Shopping Campo Limpo. (zona sul).